Química Verde: tratamento de resíduos com outros resíduos

Um novo método de tratamento de águas residuais utiliza uma espécie de resíduo corante para remover outro tipo de resíduos de corante, essencialmente “elimina duas sujeiras com uma só varrida”

A cada ano as fábricas em todo o mundo estão despejando milhares de toneladas de corantes sem tratamento em rios e cursos d’água. A maioria destes corantes é tóxica para o meio ambiente e pode provocar mutações e cânceres em animais.

A equipe de Hongwen Gao na Universidade de Tongji em Shanghai desenvolveu um novo método de tratamento de águas residuais para tratar dois tipos de resíduos corantes orgânicos em uma única ação.

O método é baseado na hibridização inorgânico-orgânico – uma técnica freqüentemente empregada na síntese de materiais funcionais, como as células fotossensíveis e na ótica de filmes finos.

Para simular situações da vida real, os pesquisadores prepararam dois tipos de águas residuais dissolvendo o corante aniônico “vermelho do congo” e do corante catiônico “azul de metileno” em água destilada.

Depois derramaram essa solução em um recipiente rotativo contendo carbonato de sódio (Na2CO3) e quando estava completamente misturada, adicionaram cloreto de cálcio (CaCl2).

Após 30 minutos, os resíduos de corantes orgânicos precipitaram como lodo.

O método de tratamento de águas residuais é simples, eficaz e ecologicamente corrente. O lodo pode ser armazenado ou reutilizado para dar cor em produtos poliméricos.

Os pesquisadores também testaram seu método em águas residuais industriais e descobriram que seu método pode remover cerca de 71% a 83% dos compostos orgânicos destas águas residuais.

Em teoria, as fábricas podem descarregar a água tratada para os rios ou cursos de água, sem fazer muito dano ao ambiente aquático.

Há necessidade urgente de novos métodos menos caros para ajudar a convencer os industriais a não colaborarem com a destruição deste planetinha.

Quer outras informações? Leia:

Zhao, D. H., Zhang, Y. L., Wei, Y. P. & Gao, H. W. Facile eco-friendly treatment of a dye wastewater mixture by in situ hybridization with growing calcium carbonate. J. Mater. Chem. doi:10.1039/b911830f (2009).

Tags: ,

Deixe um comentário